Postagens populares

domingo, 2 de novembro de 2014

Tag: Sua vida em livros

Boom dia povoo! :D

Vamos de Tag hoje? 





1- Escolha um livro para cada uma de suas iniciais:

Morte Súbita - J. K. Rowling
Operação Cavalo de Tróia - J. J. Benítez
Nada Dura Para Sempre - Sidney Sheldon
Inferno - Dan Brown
Cidade dos ossos - Cassandra Clare
Karacaaa gente, eu definitivamente nunca li e nem vi nenhum livro que comece com a letra K! :/
Se vocês conhecem algum deixem nos comentários por favor! xD


2 - Conte sua idade pelos livros de sua estante. Qual é o livro? 
R: Sussurro - Beca Fitspatrick


3 - Encontre um livro ambientado em sua cidade, estado,  país. 
R: O Sonho de Eva - Chico Anne
Parte da história se passa em São Paulo, é um livro pouco conhecido,  um autor pouco conhecido,  mas pode apostar que vale muito à pena! Com certeza foi uma das minhas maiores descobertas literárias dos dois últimos anos... :)


4 - Escolha um livro que se passe em um lugar que gostaria de conhecer. 
R: Os Miseráveis - Victor Hugo
Como toda romântica incurável,  eu adoraria conhecer Paris!  *-*


5 - Escolha uma capa de livro com sua cor preferida. 
R: Ahh gente minha cor preferida é Roxo *-* 
Todos os tons, as variações,  euu amoo roxo! *-*
Mas descobri que na minha estante,  não tenho nenhum livro que tenha a capa com essa cor!  :/
Então, escolhi a capa que talvez, a que eu mais gosto da estante,  que já disse aqui no blog uma vez, são as capas da trilogia Millenium - Stieg Larsson, eu sou muito apaixonada por essas capas, as três são muito lindas e bem feitas!  ♡


6 - Que livro traz boas lembranças? 
R: Bom quem é da minha idade e lê desde pequeno,  com certeza irá se lembrar daquela série de livros, chamada se não me engano de E Agora Você Decide, eu não sei se é esse mesmo o nome e quem ou quais são os autores, mas eram aqueles livros que no decorrer da história você ia escolhendo os caminhos e dessa forma o rumo da mesma...
Me traz muitas boas lembranças, se alguém souber de quais estou falando deixe nos comentários se souber aonde encontrá-los e se é esse nome que eu disse mesmo ou não! :D


7 - Qual livro você teve mais dificuldades em terminar? 
R: O Festin dos Corvos - George R. R. Martin


8 - Que livro ainda não lido lhe trará a maior sensação de "Missão Cumprida" ?
R: Eu vou trapacear um pouco,  pra variar! :P
Mas com certeza absoluta,  serão os últimos livros das Crônicas de Gelo e Fogo do George R. R. Martin, é óbvio que dependerei apenas do autor lançá-los, mas de verdade quando conseguir lê-los será minha sensação de dever cumprido!  :)




Uffa! Só queria dizer que vi essa Tag no canal da Tati Feltrin,  e deixarei o link ali em baixo ↓ :)
Quem quiser respondê-la em seu blog, canal e afins sinta-se à vontade!

Beijinhos e bom restinho de domingo à todos!  :D


https://www.youtube.com/watch?v=ENcfBe0AD2Q


domingo, 12 de outubro de 2014

Resenha: As Batidas Perdidas do Coração

Oiiiiiee povo! Como foi a semana de vocês? A minha foi corrida como sempre, mas sem as provas e os trabalhos à entregar, já estou muuuiiito mais tranquila! :P
Como prometido, vim com a resenha de um livro que li há pouco tempo, que inclusive foi lançado há pouco tempo...
Tenho tantas resenhas pra fazer, que fico muito em dúvida de qual será a próxima, mas escolhi esse para próximo porque tenho certeza de que quem ler vai amar, não conhecia a Bianca, mas já estou apaixonada com a forma emocionante que ela escreve e descreve as situações. Enfim, vamos lá?
:D
Lembrando que a resenha não contém nenhum spoiller, alguns acontecimentos que descreverei, que poderiam ser considerados spoiller, também estão na sinopse original do livro.



Autor: Bianca Briones
Editora: Verus
Ano: 2014
Páginas: 402
Gênero: New Adult


Esse livro vai contar pra gente, a história de Viviane e Rafael, um casal totalmente oposto, mas que em meio as reviravoltas que a vida dá, se encontrarão e perceberão que existe sim uma semelhança muito grande entre eles: a dor de perder alguém que amavam muito.
 Vivi acaba de perder seu pai, de uma forma muito sofrida e sem solução, enquanto que Rafa teve seu pai assassinado brutalmente há alguns anos atrás e agora viu quatro pessoas de sua família morrerem em um trágico e fatal acidente de carro.
 Enquanto Viviane sempre foi rica e de certa forma "mimada" por seus familiares, Rafael trabalha e batalha muito para levar sua vida da forma que quer.
 Os dois se encontram por puro acaso, e a primeira reação de ambos é perceber no outro, uma dor parecida e dilacerante como a sua.
 Rafael mora em um apartamento com seu primo, Lucas, que acaba conhecendo e se tornando muito amigo de Rodrigo, que como ele também não está passando por uma barra fácil. Rodrigo é o irmão de Viviane e para Rafael a personificação de um playboyzinho parecido com o que causou o acidente de seus entes queridos.
 Graças a amizade de Lucas e Rodrigo, Rafa e Vivi acabam se aproximando e se conectando. Os dois acabam virando um para o outro, como que uma válvula de escape, de todo o sofrimento que já enfrentaram.

 E pra ajudar, a Bianca escreve de uma forma que faz a gente sentir a dor dos personagens, a revolta, e por fim a esperança de que tudo têm que melhorar em algum momento.
O jeito dela descrever o amor dos dois é tão nova, tão pura, tão mágica que você deseja do fundo do coração que os dois consigam passar por todas as dificuldades e superem juntos todas as barreiras em nome desse amor.
 Em cada capítulo do livro ela coloca o trecho de uma música, que parece descrever tudo o que está acontecendo, e tudo o que você está sentindo no momento.


Enfim, lindo, emocionante, doloroso, eu poderia citar vários adjetivos pra esse livro, mas para o gostinho de vocês, deixarei um dos parágrafos mais lindos e marcantes na minha opinião, que a Bianca escreveu:



" - Meu pai dizia que quando descobrimos que estamos apaixonados, o coração fica tão assustado que pula um batimento, como se estivesse se preparando para todas as variações de velocidade que vai ter que enfrentar a partir daí. É o que ele chamava de "batidas perdidas do coração". Segundo ele, o coração nunca recupera o ritmo correto até se encontrar no peito de outra pessoa."

Então é isso, leiam e saibam que com essa história, assim como eu, vocês não vão perder apenas uma, mas todas as batidas de seu coração.








domingo, 5 de outubro de 2014

BOOK HAUL - AGOSTO/SETEMBRO

Bom diaaa meus amores! Tudo bem com vocês?
Devido a falta de tempo, para não ficar mais uma semana sem postar nada, resolvi postar o Book Haul dos meses de Agosto e Setembro.
É  a primeira vez que faço um, e tentarei mantê-los atualizados sobre minhas compras a partir de agora, talvez eu poste um por mês ou a cada dois meses pra deixar acumular, vamos ver...
Enfim, Dos que postarei, li apenas dois, e perdoem a foto amadora, mas achei mais legal do que pegar imagens dos mesmos na net.
Farei uma lista com os nomes e uma breve sinopse, lembrando que a maioria ainda não li, e no final deixo a foto que tirei ok? Ok! :P
Vamos lá!!





1- Trilogia A Seleção - Kiera Cass:

Pelo que eu pude entender, vendo algumas resenhas e lendo as sinopses do primeiro livro (Não li a sinopse dos outros por medo de spoiller), enfim, essa trilogia, vai contar pra gente sobre uma disputa, que meninas de 16 a 20 anos participam para conquistar seu lugar ao lado do príncipe na realeza, dentre essas garotas, está America, que definitivamente não gostaria de estar ali, levando em conta que deixou sua família e seu amor para trás. Porém, quando ela conhece o príncipe, percebe que ele é totalmente diferente do que ela imaginava, sendo Bondoso, engraçado, bonito...
Ela ficará balançada? Será a escolhida? Ou voltará para sua família e amor?
Eu particularmente estou curiosíssima para ler, inclusive possivelmente seja uma das minhas próximas leituras.

2- Trilogia Slammed - Colleen Hoover:

Sobre esse, eu evitei ler muita coisa, pois a maioria das resenhas que tentei começar a ler pareciam ter muito spoiller, mas, porém, contudo, entretanto, todavia, não obstante de... :P
Eu consegui entender, que o livro (o primeiro) é bem surpreendente, e envolve uma poesia nova e diferente de tudo o que já vimos.
Estou bem curiosa, mas estou na espera do terceiro livro que comprei em pré-venda, mas que até agora não chegou por falta de disponibilidade, aliás estou querendo morrer com isso, se eles não tinham o livro porque colocar a venda né? :/
Mas vamos aguardar mais um pouco né? :P

3- Trilogia Sábado a noite - Babi Dewet:

Ai geente, li o primeiro e o segundo, e assim que acabar o que estou lendo no momento lerei o terceiro.
Graças a Deus que quando conheci a trilogia e comecei a ler o primeiro o terceiro estava pra ser lançado, a Babi o lançou na bienal, agora em agosto, mas só consegui comprá-lo em setembro, por isso li os dois primeiros antes e comecei a ler outro. Sobre o primeiro livro, eu não gostei muito, na verdade eu esperava outra coisa. Até que ban!! Do nada, já no final do livro, eu percebi que estava gostando, eu enfim me identifiquei com os personagens. Adorei o segundo livro e estou louca pra ler o terceiro! *-*
Esses livros contam a história de um grupo de amigos muito unidos, que frequentam a mesma escola, moram em uma cidade pequena, onde todo mundo sabe de todo mundo. Como pretendo fazer resenha dos mesmos assim que acabar de ler o terceiro, evitarei falar sobre eles. Mas posso adiantar, que têm muita música, muita amizade, e muito amor nesse livro!!
Em breve saberão mais sobre eles! *-*

4- Revelada - P. C. Cast e Kristin Cast:

Assim, não tenho muito como falar desse livro, já que ele é o 11° e penúltimo livro de uma série chamada House of Night, já falei uma vez aqui no blog, se não me engano em uma Tag, que são livros que não te acrescentam muita coisa, e realmente são. Mas quando comecei a lê-los, tinha por volta de 14, 15 anos, então meio que fazem parte da minha vida! :P
Por isso ainda acompanho a série, e porque fala sério né gente, começar a acompanhar uma história e ficar sem saber o final é o ó! :P
Sobre o  12° e último livro, "Redimida" será o nome, será lançado nos Estados Unidos agora em Outubro de 2014. Não temos previsões para a chegada dele no Brasil, mas acredito que até dezembro chega né?! :D

5- O Tigre de Sharpe - Bernard Cornwell:

Eu sempre quis ler Bernard Cornwell, mas nunca deu certo deu ler nada dele. Então no meu aniversário desse ano, eu ganhei do meu amor, o primeiro livro de uma série chamada "As aventuras de Sharpe" e acabei de descobrir que são mais de vinte livros!!! *o*
Esse livro falará sobre a ocupação britânica da Índia, e do joven Richard Sharpe, um recruta analfabeto, a serviço de sua Majestade, integrante de uma expedição enviada para derrubar o sultão Tipu e expulsar os franceses da Índia.
Ele lutará as mais incríveis batalhas com a força e agilidade de um tigre. E talvez aprender a ler com as prostitutas da cidade.
Enfim, ai que livro gente, pra quem gosta (EU! :P) desse tipo de história, da pra viajar junto com Sharpe tranquilamente.
Provavelmente será um livro que demorarei um pouquinho pra começar a ler, porque convenhamos que comprar mais de vinte livros será bem triste, feliz, ooops vocês entenderam! :P

6- As Batidas Perdidas do Coração - Bianca Briones:

Ahhhh que livro fofooo! *-*
Esse livro virou meu amorzinho em pouco tempo, e eu o devorei com unhas e dentes e muito rápido... 
A única coisa que vou adiantar, pois farei resenha também, é que nesse livro têm muito amor, muito drama, tragédia, tristeza, e um final feliz lindo de morrer! :D
Logo mais resenha! :D

7- Box trilogia Encantadas - Sara Pinborough:

Esse box, foram os últimos livros que comprei, muito baratos aliás pelo submarino, pagueis menos de 15,00 entre frete e os livros.
Estou muito, mas muito curiosa pra lê-los, os três livros contarão a história da Branca de Neve, Ciderela e Bela Adormecida, em uma versão mais adulta e moderna.
A autora, recriou a história, utilizando apenas alguns detalhes das histórias que conhecemos, sobre essas três personagens tão conhecidas e amadas.
Os livros que comprei vieram em edição econômica, mas são lindos gente, sério, nunca vi uma edição econômica tão linda quanto essa, estou in love com eles, muito lindos, sérios! *o*


Enfim, essas foram minhas últimas compras, espero que gostem.
Se vocês também os possuem, se já leram, se vão ler, deixem nos comentários suas impressões, se concordam comigo ou não.
Na page, estou sempre atualizando sobre o que estou lendo no momento, então se tiverem interesse em me acompanhar, é só curtir nossa página e ficar ligado!
Beijiiinhos literários e até a próxima!!




domingo, 21 de setembro de 2014

TAG: Palavras Cruzadas

Oiii leitores mais lindos do mundo!! Tudo bem com vocês?! :)

Vim aqui hoje, pra responder uma Tag, chamada Palavras cruzadas, vi essa tag no canal da Tati Feltrin, e deixarei o link lá embaixo pra vocês, divirtam-se e vamos lá! :D






PALAVRAS CRUZADAS




1. Vox Populi (Um livro para recomendar a toda gente)
R: Com certeza absoluta e sem sombra de dúvidas, " Os Miseráveis", Victor Hugo, ahhhh gente que livro perfeitooo! *-* 
Só de falar nele tenho vontade de chorar, estou devendo resenha dele pra vocês, mas como quero falar dele com calma, deixarei pras férias. Esse é um dos livros que todos sem exceção deveriam ler... Não há palavra que o defina melhor, que perfeição!! <3



2. Maldito Plágio (Um livro que gostaríamos de ter escrito)
R: Acho que a série de livros "As Crônicas de Gelo e Fogo", George R. R. Martin. Porque só uma pessoa com muita memória e muito, mas muito fantasiosa, pra escrever esses livros, tudo o que falta em mim! :P
Então desculpe Papai Noel, mas eu te plagiaria facilmente! :P



3. Não vale a pena abater árvores por isso
R: Ahh gente que pergunta difícill, definitivamente não sei o que responder! :/
Porque assim, todos os livros que li, significaram algo pra mim de alguma forma, então eu não sei caraa... Assim eu acho que cada livro têm um significado pra alguém, e mesmo que eu não tenha gostado alguém deve ter amado, então trapacearei e me absterei de responder essa pergunta! :P



4. Não és tu, sou eu (Um livro bom, lido na altura errada)
R: "A Culpa é das Estrelas" do John Green, provavelmente será minha próxima resenha do blog, mas não sei gente, talvez em outra época, eu tivesse curtido mais... Mas não entrarei em detalhes, deixo pra falar dele na próxima resenha! :3





5. Eu tentei... ( Um livro que tentamos ler mas não conseguimos)
R:  Com certeza, "Morte Súbita" da J. K. Rowling, comecei a ler, mas não consegui chegar nem à metade! :/
E olha que não costumo parar de ler sem acabar o livro. :(
Mas esse definitivamente não foi, porém acredito que é um livro bom, e tenho fé que conseguirei lê-lo sem problemas algum dia! :)





6. Hã? ( Um livro que lemos e não percebemos nada OU um livro que teve um final surpreendente)
R: Uuuuh, "O Símbolo Perdido" do Dan Brown, do Dan, li apenas os livros dessa "série" ( aspas porque não são exatamente sequência ), e de todos eles pra mim o melhor foi O Símbolo, geeeente do céu, que final foi esse. :o
Um livro que quero esquecer, só pra lê-lo novamente e sentir as mesmas emoções que senti da primeira vez. Sim, esse foi um livro com final surpreendente! :P



7. É tão bom, não foi? (Um livro que devoramos)
R: O último livro que li e devorei, foi o " As Batidas Perdidas do Coração" da Bianca Briones, outro que estou devendo resenha pra vocês, que liivro fofo... *-*
Não é um livro, que te faça pensar muuuito, mas é um livro Chick Lit, que se você se envolver na história como eu, não conseguirá largar, até acabá-lo. Adorei! :)





8. Entre livros e tachos (Um personagem que gostaríamos que cozinhasse para nós)
R: Daniel Marques, de "Sábado a Noite" da Babi Dewet, afinal, ia ser o máximo jantar miojo com brócolis! Hahaha :P









9. Fast Forward (Um livro que podia ter menos páginas que não se perdia nada)

R: Ahh outra pergunta chata e difícil! :/
Nossa gente, não sei mesmo, mas talvez o "A Cabana" do William P. Young, sei lá, só não acho um livro muito interessante então, talvez se tivesse menos páginas não perderíamos muita coisa! :)



10. Às cegas (Um livro que escolheríamos só por causa do título)

R: Um livro que comprei, ou melhor ganhei só por causa do título, de tanto encher o saco que queria, foi "O Cemitério de Praga" do Umberto Eco, quando eu vi esse livro foi tipo amor a primeira vista. Mas, não consegui passar da página trinta, não sei gente, que livro estranho... :/
Gostaria muuito de lê-lo, então se alguém leu e curtiu, deixe nos comentários me incentivando quem sabe não me animo! :P

E quem tentou ler e também não conseguiu, deixe nos comentários e vamos conversar à respeito! :P




11. O que conta é o interior (Um livro bom com uma capa feia)

R: Talvez, a série "As Brumas de Avalon" da Marion Zimmer Bradley, não são exatamente feias, mas poderiam ser melhores digamos assim, pois os livros são ótimos convenhamos! :P



12. Rir é o melhor remédio (Um livro que nos tenha feito rir)

R: Nossa que difícil isso, assim, falarei de dois, um que li, e outro que todos falam e sou louca pra ler.
O único que me recordo agora, que li e que me fez rir é o " Marley e Eu" do John Grogan, que me fez riiir muito, e o que eu quero muuito ler, e que já ouvi muuuitos falarem que é extremamente engraçado e divertido, é o "Cotoco" do John  Van de Ruit, sou louca pra lê-lo, e será, se Deus quiser uma das próximas compras ou presentes! :P




13. Tragam-me os Kleenex, faz favor (Um livro que nos tenha feito chorar)
R: AAAi meus Deus, foram alguns, mas acho que o que me fez mais chorar e me debulhar em lágrimas, foi o " A Menina que Roubava Livros" do Markus Zusak, já têm resenha aqui no blog pra quem quiser saber minha opinião, mas ai como chorei nesse final de livro! :'(




14. Este livro tem um v de volta (Um livro que não emprestaríamos a ninguém)
R: Hummm... Como não quero repetir livros nessa Tag, acho que posso colocar a trilogia "Millennium" do Stieg Larsson, simplesmente porque são lindos de morrer! *-*
Também já tem resenha dele no blog, pros interessados de plantão! ;)



15. Espera aí que eu já te atendo (Um livro ou autor que estamos constantemente a adiar)
R: Stephen King, apenas pelo fato de ter certeza que vou amaar os livros dele, e por saber que todos são extremamente caros. :/
Mas tenho vários dele na minha listinha (:P), apenas esperando a minha coragem de morrer com essa grana! :P




Nossa que Tag longa em minha gente! :P

Mas espero que tenham gostado, pra quem quiser saber minhas leituras atuais, curtam nossa page, posto todas as novidades lá!
Quem ainda não respondeu essa Tag, sintam-se convidados a respondê-la!!
Obrigada por lerem até aqui, até a próxima e segue o link do canal que vi essa Tag! :) 
Beijinhooos! :*

https://www.youtube.com/watch?v=n8cuMj_n3U0&list=UUmEKnMzbltaFyiA6H46IDng

domingo, 14 de setembro de 2014

Resenha: O diário de Anne Frank

Oi, Oi, Oi meus liiindos, espero que a semana de vocês tenha sido tão boa como a minha, e que o domingo se inicie cheio de leituras e mais leituras! *-*

A resenha de hoje, já está pronta há algum tempo, alguns meses pra ser mais específica, mas realmente a falta de tempo me pegou de jeito. Vai ser muuuito difícil expressar em palavras o que é esse livro, e os sentimentos que ele despertou em mim, e desperta em todas as pessoas ao redor do mundo, mas tentarei mostrar em palavras tudo o que senti, vivi e vivo depois que li esse livro e convivi com essa menina chamada Anne <3

 Lembrando que não contém spoiller, e que essa resenha não será crítica, que deixarei aqui minhas expressões, opiniões e sentimentos particulares que tive com esse livro.

Encantem-se como eu, por mais uma bela indicação do Blog:



Autor: Anne Frank
Editora: Record
Ano: 2007
Páginas: 349
Gênero: Biografia


O Diário de Anne Frank


 Este livro, é o diário que Anne Frank escreveu ( Dan! :P ), durante cerca de dois anos em que ficou escondida em um anexo secreto. Em um sótão, numa casa em Amsterdã, com sua família, alguns amigos e seu grande amor, fugindo de Hitler e seus seguidores.

 Anne era uma garota de doze anos, judia, que tinha uma vida tranquila, e ao que podemos entender com sua narrativa, não era uma família pobre, para a época era uma família de classe média alta. Porém não temos muito vislumbre dessa época "feliz". Temos apenas lembranças escritas por Anne e sentidas por nós de forma triste e esperançosa de um tempo onde se podia comer manteiga à vontade e tomar um banho bem quente e duradouro.

 Esse diário foi escrito de 1942 à 1944 quando Anne foi levada em mais um dos milhares de ataques que ocorriam naquela época. Anne perdeu sua vida para uma epidemia de Tifo em um campo de concentração na Alemanha, no começo de 1945. 
 Ele foi lançado em 1947, por seu pai Otto Frank que foi o único que conseguiu sobreviver aos campos de concentração. Otto Frank, ou como Anne amava chamá-lo "Pin" , pensou e deliberou muito para lançar o diário e realizar um dos últimos desejos de sua filha, porém devido a época, muitas partes do diário/livro foram cortadas por Otto, partes essas em que Anne no calor de seus doze anos, expressava suas opiniões de forma clara e sincera, falando mal das pessoas com que convivia no anexo secreto, e também partes em que falava de sua sexualidade. Otto Frank antes de falecer em 1980, deixou os manuscritos da filha para o Instituto Estatal Holandês para Documentação de Guerra, em Amsterdã. Desde seu lançamento, houveram boatos alegando que o diário era falso, e que não havia sido escrito por Anne, então o Instituto fez uma investigação minuciosa e foi comprovado que a caligrafia era realmente de Anne Frank. 
 Com isso, já em uma época avançada e sem tantos paradigmas, foi lançado em 2007 a versão definitiva de " O Diário de Anne Frank", que foi compilado pela escritora e tradutora Mirjam Pressler, onde se encontram o que já havia sido lançado por Otto e mais as partes anteriormente cortadas por ele.
 
 Eu já havia lido, a primeira versão, mas isso já faz muitos anos, portanto não me lembrava de muitos detalhes. Li várias críticas sobre o livro, que dizem tudo o que penso à respeito hoje: Anne Frank era uma garota judia de doze anos, que viveu na época do nazismo, há mais de cinquenta anos atrás com uma cabeça que meninas de doze anos em 2014 nem sonham em ter.
 Através da escrita dela, você passa a conhecê-la tão intimamente e tão profundamente, que chega a acreditar que a conhece mais até, que as pessoas que conviviam com ela 24hrs por dia no anexo secreto.
 E por um segundo você consegue visualizar a vida e o cotidiano dela, passa em sua cabeça como um filme. E de uma forma tão abrupta, tão espantosamente rápida, essa pessoa é tirada de você, e você se sente como se alguém muito próximo, como se uma parte que já fazia parte de você e de sua história, tivesse partido, assim, sem motivos, pretextos, ou espera alguma, por mais que você já soubesse que isso aconteceria.
 Emocionante, lindo, motivador. Está aí um livro que todos que respiram no planeta terra, deveriam ler. Um livro que te faz refletir em tudo, que te mostra uma menina de doze anos que vêm tentando ensinar há quase um século, as pessoas há serem melhores. 
 Anne Frank é um exemplo de vida, de alma e de espírito. 

 Perfeito do começo ao fim, não é à toa que ainda hoje, décadas após ser lançado, ainda é um dos livros mais vendidos no mundo inteiro.
 
Um livro, uma menina, que me mostrou que a vida é muito mais do que um sofrimento, que a vida vale a pena, e que nós deveríamos dar valor à tudo o que temos a nossa volta, ao sol, a chuva, as árvores e principalmente às pessoas que amamos.

 
 E é isso pessoal, foi pra mim, uma tarefa muito difícil escrever sobre esse livro sem me emocionar, então, espero que gostem, que leiam esse livro, reflitam, vivam e principalmente aprendam o que aprendi com essa bela história verdadeira.






domingo, 7 de setembro de 2014

Sobre Bienal do Livro São Paulo 2014

OOOOii meus amores, tudo bem com vocês? Primeiramente, gostaria de pedir desculpas, pela sumida que dei, trabalho e faculdade andam me consumindo muito! :/  Mas, "como todo bom leitor aos livros retorna" :P cá estou. 
Deixo claro que não abandonei os livros, nunca abandonaria, apenas diminuí um pouco, por falta de tempo mesmo.
Mas estou cheia de novidades literárias pra vocês, e decidi, que como volta as atividades, falarei sobre minha primeira visita à Bienal do Livro.

Farei um "perguntas e respostas", que são dúvidas que eu teria se não tivesse ido, e opiniões que eu gostaria de saber no caso de também ter ido para a Bienal.
Espero que gostem:




BIENAL DO LIVRO SÃO PAULO 2014: EU FUI!





1) Como estavam os preços? As promoções estavam boas?
R: Bom, eu particularmente, não achei os preços láááá aquelas coisas não. Tinham alguns estandes com livros por 10,00, mas livros esses menos procurados pelo público, digamos assim. Os estandes mais "famosos" tinham algumas promoções boas, mas nada que não encontremos aqui fora, pela internet. De lá trouxe dois livros, apenas para não voltar com "as mãos abanando", mas como vi não valer muito a pena, resolvi esperar.




2) Em qual dia você foi? Quais eventos prestigiou?
R: Primeiramente, digo que ganhei essa viagem de presente de aniversário, (brigadaaa amoor, amei!) Eu fui no dia 23, e foi uma correria pra chegar lá, trabalhei na sexta - feira, período da manhã, e a tarde fui para lá, uma grande amiga, (Liii meu amoor obrigada por tudo! :D), me recebeu em sua casa, cheguei em sua casa já era noite, pois passamos para comprar o ingresso ainda no dia 22, para " não termos correria" no dia 23. Um dos grandes motivos deu ir para a Bienal, era pra pegar o bendito do autógrafo da Cassandra Clare, fomos empurradas, esmagadas, corremos, suamos, caímos, mas conseguimos chegar dentro dos 500 que receberiam a senha. Porém, começou a muvuca, o pessoal que foi chegando depois, no desespero de que iria ficar sem o autógrafo, começou a empurrar, cortar fila e aquilo ali ficou uma loucura. Por fim prenderam a gente em um cercadinho e disseram que quem estava ali dentro já receberia a senha. Ficamos mega felizes e aguardamos umas 4hras pra descobrir que eles estavam mentindo. Sim, eles fizeram isso, essa foi minha grande decepção com a Bienal, não por não conseguir o autógrafo, pois já fui, pensando que poderia não dar certo, mas pela falta de organização e respeito dos organizadores do evento. Outra coisa que eu gostaria de ter visto, foi o bate - papo com as Vlogueiras Tati Feltrin e a Pan do Garota It, porém como eu disse, perdemos umas 4hras na "fila" pra pegar a senha do autógrafo da Cassandra, e quando conseguimos sair, já estávamos mortas de cansaço. Resumindo, na hora eu simplesmente não lembrei do bate papo com as meninas, e isso foi bem triste! :/


3) Como estava o espaço Anhembi? E os estandes eram grandes?
R: O espaço, era enoooorme, muitos estandes, muitos corredores, andar sem mapa ali se tornou impossível. Os estandes, não eram muito grandes não, com exceção de dois ou três que se superaram em tamanho. Porém aquilo lá, pelo menos no dia 23, lotou de uma tal forma que vocês nem imaginam, não dava pra andar nos corredores, houve estandes invadidos, as filas para pagar eram kilométricas e eu fiquei com muita dor no coração de ver livros e mais livros jogados no chão, ao acaso, o que na minha opinião possibilitou muitos roubos e furtos, pois seguranças ali você não via em canto nenhum. Acho que nem eles esperavam tanta gente como tinha lá.


4) O que você comprou, ganhou, adquiriu na Bienal?
R: Como eu disse em uma das perguntas anteriores, os preços e promoções não estavam tão atrativos quanto eu imaginava, então na Bienal mesmo, eu comprei apenas dois livros:
- As batidas perdidas do coração da Bianca Briones, livro que eu devorei em 5 dias, aaaai gente amei esse livro, e logo mais postarei resenha pra vocês. :D
- Métrica primeiro livro da trilogia Slammed, da autora Colleen Hoover, que eu ainda não consegui ler, mas que já vi ótimas críticas à respeito! :)
Brindes foi outro caso bem triste, a maioria das editoras, forneceu marcadores de página, independente de você comprar ou não livro dessa determinada editora você poderia pegá-los, porém na correria, no cansaço, no meio de tanta gente, acabamos pegando esses marcadores apenas no estande da Galera, que foi o mesmo em que comprei os livros. 


5) Quais foram suas opiniões finais sobre a Bienal do livro São Paulo 2014?
R: Apesar de toda a decepção com a organização, eu realmente gostei de ter ido, foi uma experiência completamente diferente de tudo o que eu já tinha vivido em relação aos livros. Eu acredito que todos os leitores fanáticos assim como eu, adorariam um lugar como aquele, independente de toda dor de cabeça, correria, cansaço. Eu amei, e passaria tudo de novo se tivesse essa oportunidade novamente. :D




Acho que é isso então pessoal, espero ter correspondido as expectativas de vocês em relação à dúvidas sobre a  Bienal do Livro São Paulo 2014!
Mais uma vez peço desculpas pelo sumiço, mas ao que tudo indica, estou voltando com força total!

Grande Beijo, e obrigada por lerem até aqui!
:*







domingo, 30 de março de 2014

Resenha: Como eu era antes de você

 Bom diaaa leitooores!
 Estou com um pouco de correria com os trabalhos da facul, por isso a demora em postar!
 Essa resenha já estava em minha cabeça há um tempo, mas infelizmente não tive tempo de fazê-la, mas vamos lá!!
:D





Autor: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 320
Gênero: Romance



  Como eu era antes de você, conta a história de Louisa Clarck, atendente de um café, prestes a fechar, e Will Traynor um tetraplégico necessitado de cuidados constantes.
 Louisa têm 26 anos, mora com os pais, a irmã mãe solteira e seu sobrinho, namora com Patrick um atleta fissurado em esportes e está feliz com sua vida simples e sem grandes emoções.
 Will, tetraplégico e antigo empresário de sucesso, odeia sua vida de todas as formas, e se recorda com amargura dos tempos em que vivia intensamente, junto aos esportes radicais, e cercado de mulheres.



 Quando perde seu emprego no café The Buttered Bun, Lou, se depara com sua falta de experiência. Ao lhe proporem um emprego de cuidadora com um ótimo salário, ela não exita em aceitar.
 É então, que Lou e Will têm suas vidas cruzadas. 
 Coincidência?
 Acaso?
 Destino?
 Duas vidas, que não se encontrariam de forma alguma, se o mundo seguisse seu ritmo normal.
Em um período de seis meses, que durará seu contrato, Louisa com sua espontaneidade e simpatia será capaz de dar à Will, enfim algum motivo para viver?
 Lindo, emocionante e surpreendente, é esse livro que já conquistou milhares de fã's ao redor do mundo.



Com esse livro, nós enxergamos o amor, em sua mais linda e inocente forma. 
 A Jojo abordou um tema forte e delicado com maestria, e conseguiu nos mostrar de uma forma real, o que as pessoas com deficiências e limitações passam no dia-a-dia, e o quanto elas podem simplesmente desistir de viver por encontrarem pena, preconceito e limitações em seus caminhos.
 Com uma linguagem fácil ela nos mostra a passagem de Will pela dor, e tristeza, até a chegada de Lou que mostrará para ele possibilidades para encontrar a felicidade. E o incentivo dele para que Lou amplie seus horizontes e viva intensamente, chega a ser emocionante. Ambos descobrem o amor de uma forma tão bonita que chega a doer. 






Eu chorei com o final do livro, que foi um final esperado porém não estava preparada para o enfrentar.Fiquei um pouco chateada, e com dúvidas, a ponto de acreditar que o amor vinha apenas de um dos lados. Mas acho que isso se deveu ao fato de eu, assim como todos que leram acredito, torcerem por outro final.
 Enfim, deixarei uma frase que acho definirá os meus sentimentos por esse livro:
 Não sei se amei ou odiei!!!!
:P
 Brigada por lerem até aqui pessoal, beijinhos e até a próxima!
:*